Oficinas de Quadrinhos no Festival de Inverno

1 Comentário

Estão rolando algumas oficinas de quadrinhos gratuítas no Festival de Inverno do SESC-Região Serrana. Já aconteceram os dois primeiros, em Petropolis e Teresopolis. Agora vem o de Nova Friburgo.

Av. Presidente Costa e Silva, 231
tel. 22 2543-5000
31 julho e 1 agosto, das 18 ás 21horas.

As oficinas são:

Roteiro para Histórias em Quadrinhos – Oficina de Técnicas de Roteiro (com Hamilton Kabuna)

Essa oficina aborda técnicas básicas para elaboração de roteiros para histórias em quadrinhos, pontuando conceitos como arquétipos de personagens; ressaltando as particularidades do roteiro descritivo; a importância do drama como ferramenta narrativa; a estrutura básica comum a todas as histórias; instruir os participantes a desenvolver um roteiro simples.

Traço em Quadrinhos – Oficina de Quadrinização (com Denis Mello)

Aborda a essência sobre produção, desenho e publicação, servindo tanto para quadrinhos independentes e autorais quanto para o mercado estrangeiro. O objetivo é proporcionar ao aluno ferramentas para a produção de histórias simples, a partir da leitura de um roteiro próprio ou de outros. A prática incluirá explicações sobre anatomia, perspectiva e técnicas para agilizar a produção, fora dicas sobre o mercado em geral.

Humor em Quadrinhos – Oficina de Criação de Tirinhas (com Diego Novaes)

A acidez dos chargistas, cartunistas e caricaturistas brasileiros é parte importante da produção de quadrinhos nacionais. A oficina visa apresentar a tirinha de humor como uma das principais formas de criação de quadrinhos no Brasil e no mundo, desenvolvendo os conceitos básicos de sua linguagem plástica e textual através da do uso do humor na interdependência imagem-texto.

Faixa etária: a partir dos 12

E temos uma oficina destinada para crianças:

Oficina Neil Gaiman para crianças: Coraline x Os Lobos dentro das Paredes. (com Gabi das Flores)

Um dos mais importantes e versáteis autores da atualidade, Neil Gaiman possui um talento multifacetado que se expressa de maneira inconfundível também nas suas obras dedicadas às crianças. Coraline e Os Lobos Dentro das Paredes são histórias emocionantes que aliam mistério e fantasia. O público terá a oportunidade de conhecer e apreciar o mundo lúdico desta obra do consagrado autor, através de leituras e atividades práticas, com criações e experimentações de técnicas e materiais, como o paper toy.

Faixa etária: 8 anos

Estarei por lá. Quem for e quiser trocar idéias, deixa um recado ali embaixo. Ali, ó!

Anúncios

Oficinas de HQ e Fanzines nas Bibliotecas de SP‏

Deixe um comentário

Oficina de HQ e Fanzine em SP

Esse release é sobre o projeto de oficnas culturais de HQ da Coordenadoria de Bibliotecas do Municipio de SP.

“Um projeto da Coordenadoria do Sistema Municipal de Bibliotecas que tem como objetivo levar ao público uma linguagem que desenvolva e estimule a criatividade para o desenho (no caso, quadrinhos), para a escrita e para a leitura (personagem, história e roteiro). Iniciado em 2006, quando foram produzidos alguns fanzines nas oficinas de HQ de nove bibliotecas públicas, o projeto anuncia uma demanda significativa, cuja produção sugere uma atenção especial.
A partir de 12 anos. Inscrições e maiores informações diretamente nas bibliotecas”
A informação completa da programação, e dos artistaas envolvidos no projeto está no site da pefeitura.
O triste disso tudo é que esse tipo de iniciativa não dá realmente um apoio aos artistas que eles dizem estar formando. Você faz a oficina, aprende um pouquinho (ou não) e pronto. Por onde o pretendente a autor caminhará em seguida? Com quais recursos? Com o apoio e orientação de quem?
Ele precisará ir sozinho.
E, mais importante, não há mercado para receber esses futuros artistas que se iludem com o sonho de trabalhar e ganhar a vida com HQs. Não que seja impossível. Mas matematicamente insignificante.
Eu apóio a iniciativa da Coordenadoria de Bibliotecas de SP, mas apoiaria muito mais se eles dessem real apoio e investissem de verdade no quadrinho nacional.
No mais, já que o apoio que gostaríamos não existe, digo aos que pretendem um dia viver de sua arte, isto: lutem pelo seu objetivo, não importa o que digam; não percam tempo lamentando a falta de apoio e incentivo ou chorando a falta de mercado e espaço. O mercado quem cria é a concorrencia de qualidade e o espaço quem cria é você.
Simbora cambada!

%d bloggers like this: